Just another WordPress.com site

As cores da Luz são reflexos captados pelos nossos olhos e que à posteriori são transmitidas ao nosso cérebro. Isto acontece devido à influência das ondas electromagnéticas que actuam sobre os órgãos visuais dos seres vivos.

As cores só existem na presença da luz e entre os seres humanos e os animais a percepção das cores  é diferente. Para os olhos humanos só são visíveis as cores na frequência ( comprimento de Ondas) entre os 380 e 750 nanometros (1 nanometro é 1 milésimo de 1 micrometro, que por sua vez é 1 milésimo de 1 milímetro!! ). Os animais captam diversos espectros da Luz, diferentes do ser humano, como por exemplo as abelhas que se orientam pela cor ultravioleta para localizar determinadas flores.A Frequência da Luz visível situa-se entre 380 e 750 Teraherzs (Triliões de pulsações por segundo) e cada comprimento de onda tem uma radiação diferente ou seja uma cor diferente para a nossa percepção.

As ondas em frequências mais curtas (inferior a 380) são os ultravioletas, os raios-X e os raios gamas. As ondas mais longas (superior a 750) são os infravermelhos, microondas e ondas de rádio e televisão.

Como sabemos todos a Luz é Energia. Quando olhamos para as diferentes cores absorvemos diferentes tipos de energias que influenciam todo o nosso sistema vegetativo. Diversos estudos científicos referem que a luz (as cores), afectam directamente o nosso centro de emoções, oferecendo cada um de nós respostas às diferentes cores de uma forma muito pessoal. As cores podem provocar excitação ou acalmar-nos; transmitir-nos a impressão de calor ou frio; parecem leves ou pesadas criando uma sensação de alívio ou de opressão, etc.

As  nossas preferências individuais por certas cores, podem servir para revelar o nosso estado psíquico (momentâneo), temperamental assim como o nosso carácter em geral, uma vez que as cores estimulam e provocam em nós determinados comportamentos por vezes inconscientes, influenciam o nosso interesse por determinadas coisas e, por fim, podem transmitir muita informação sobre a nossa pessoa, os nossos gostos e as nossas inclinações.

Na Psicologia utilizam-se há muitos anos testes psicológicos que foram desenvolvidos para ajudar a conhecer o carácter e a situação psíquica momentânea do paciente através do poder da cor. Um dos testes mais utilizados é o Lüscher test, desenvolvido pelo psicólogo suíço Max Lüscher. As cores podem ser qualificadas como cores primárias, secundárias ou Terciárias. Dentro das primárias temos o Amarelo (A), o Vermelho magenta (M) e o azul ciano (C).       

              

                                                

Da mistura de duas cores primárias em quantidades iguais resultam as cores secundárias: A laranja (A+M), o verde (A+C) e a violeta (M+C) que são chamadas as cores secundárias.  Variando as quantidades das diversas cores primárias nas misturas podemos obter diversos tons que são as cores Terciàrias     O Espectro “completo” das Cores è geralmente representada por um circulo cromático  

As Cores são normalmente classificadas por dois grandes grupos: as Quentes e as Frias.

As Quentes encontram-se entre o Amarelo e o Violeta. São as cores das ondas electromagnéticas longas que são lentas que devido à lentidão destes raios aquecem.

As  Cores frias encontram-se entre o Azul e o Verde Amarelado,são as cores das ondas electromagnéticas curtas que são rápidas e vibram tão depressa que não têm tempo para aquecer. 

 Existem 3 Factores que determinam as cores em si: A matiz que é a qualidade que define a cor, Azul, Amarelo, Encarnado, etc… pode-se dizer que é a cor pura em si.  O Tom que é a quantidade de luz contida na matiz transmitida através de mistura do Branco ou do Preto (entre outras) na cor base o que dá à cor a tonalidade clara ou escura. A Intensidade, também conhecida como saturação, é o brilho da cor e se refere à quantidade de luz na cor

Decidir qual a cor que se deve utilizar em cada situação nem sempre é uma tarefa fácil. Todas as cores são bonitas quando vistas pela pessoa certa no lugar certo e no bom momento. Cada cor possui um certo poder de atracção, ainda que esta atracção seja diferente de pessoa para pessoa e mesmo para uma certa pessoa dependendo das momentâneas emoções, recordações que se associam com a tal cor, da luz no momento da observação, etc…

Quando uma combinação de cores nos è esteticamente agradável falamos de Harmonia.

 Existem vários tipos de harmonias sendo muitas vezes as combinações tom em tom (combinações no mesmo tom variando na intensidade) as mais agradaveis

  Azul ton sûr ton

Contrastes acentuados podem criar um ambiente especial e transformar a dinâmica de um determinado espaço, contudo não são recomendados quando o objectivo é criar uma atmosfera elegante.

     

Contraste Quente-Frio                                    Contraste Complementar

Para conseguir um ambiente elegante recomenda-se o beige, o cinzento ou combinações tom em tom.Através de certas cores frias como o Azul claro, o cinzento ou o Branco pode-se criar um ambiente casual. Cores quentes como o castanho, beige, amarelo, cor-de-laranja ou vermelho fazem uma peça da habitação confortável e acolhedor.

 Muito interessante é a técnica chinesa de harmonização de ambientes – o Feng Shui – que nos influenciam a saúde, a criatividade, o humor, etc. através das diversas combinações de cores. Talvez apareça um especial Feng Shui brevemente.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: